Conheça 16 ações que lhe ajudarão a alcançar a felicidade

ações

Get to know 16 actions that will help you achieve happiness

A felicidade almejada por todos os seres humanos, em verdade, são estados intermitentes de alegria, bem-estar e regozijo nos quais o indivíduo não vivencia estados ou sensações de desconforto, bem como não tem necessidades materiais ou psicológicas. Se for comparada a um cenário natural, poderíamos afirmar que ela é um oásis no meio de um imenso deserto, paisagem inóspita açoitada pelo sol abrasador e caracterizada pela areia branca e infinita, onde encontramos água límpida e sombra aprazível. Talvez seja o objetivo mais almejado e mais difícil de ser conquistado pelo ser humano e cuja permanência é efêmera.

Sem exceção, todos almejam alcançar esses estados da natureza humana que, no momento em que são conquistados o espírito é envolto pela sensação imensamente prazerosa de bem-estar, de saúde plena, e de equilíbrio interior. Contudo, esses estados não são fáceis de serem alcançados.

Apesar de toda dificuldade que o indivíduo encontra para alcançar a felicidade existem ações que ele pode adotar que o auxiliam a alcançá-la e dela gozar pelo maior tempo que lhe for possível. Basta que ele saiba que ações são estas e como devidamente empregá-las, de modo a mudar seus pensamentos e comportamentos visando o atingimento desse objetivo tão almejado.

 

 

 

 

 

 

 

Segundo pesquisas realizadas por cientistas sociais, psiquiatras, psicólogos, neurocientistas e até economistas, a felicidade não está particularmente vinculada à expectativa que o ser humano tem em relação aos obstáculos e dificuldades que enfrenta para sua conquista, mas sim ao resultado final quando esses percalços são superados. Se os obstáculos e dificuldades forem superados e o resultado final for o esperado ou além dele, o indivíduo terá a sensação que valeu a pena passar por tudo e ali estar gozando do bem mais desejado pela humanidade.

As referidas pesquisas levantaram dados e informações que possibilitam afirmar que o estado de bem-estar do indivíduo é determinado por 50% de sua genética, 10% pelas circunstâncias ambientais, e 40% pela sua intenção em ser feliz. É evidente que não nos é possível mudar a genética e nem muitos fatores ambientais, entretanto, podemos educar nossa forma de pensar e de agir. Isso é plenamente exequível.

Então para se aumentar as possibilidades de alcançar-se a felicidade é necessário articular e combinar crenças e valores, habilidades e conhecimentos, hábitos e ambiente.

 

 

 

 

 

 

 

Benefícios que este assunto pode proporcionar ao leitor

A articulação e a combinação harmônica das proposições anteriormente citadas podem ser sintetizadas em ações práticas e positivas que auxiliarão o indivíduo, de sobremaneira, a aumentar a sua capacidade de atingir níveis de satisfação visando o alcance da felicidade.

Toda mudança em si exige paciência, perseverança e determinação. Desconfortos iniciais, desapontamento, fracassos e desejo de desistir marcam quaisquer ações de conquista, porém deve-se resistir a essas ações adversas e indesejáveis, que serão num tempo não longínquo, superadas e esquecidas. Creia em suas capacidades e tenha fé que você poderá vencer essas ações adversas e se superar. A seguir, ações positivas que devem ser adotadas ou adaptadas segundo a personalidade, ambiente e estilo de vida de cada indivíduo:

1 – Cabe a cada indivíduo verificar quais ações são mais adequadas segundo o seu perfil particular e o problema que deseja superar. Se a sua mente não está bem, certamente ela prejudicará seu corpo com a liberação de hormônios que afetam o seu humor e o seu sono. Ações que possibilitam superar o problema que você deseja superar são: meditação, ioga, reiki e taichi chuan, que são práticas que vêm recebendo aval positivo de vários cientistas, psicólogos e psiquiatras. Segundo eles, essas práticas ajudam e promovem o equilíbrio e a serenidade necessários a mente do indivíduo;

2 – A endorfina é um hormônio neurotransmissor que atua no combate e amenização das dores crônicas. Ela é produzida pelo organismo quando o indivíduo pratica exercícios físicos. Uma das ações a serem adotadas é prática regular de exercícios físicos, pelos menos três vezes por semana. Segundo estudos essa é uma das ações que auxiliam até quem está em tratamento da ansiedade, da depressão moderada;

3 – Uma noite de sono tranquilo é fundamental para a recuperação das energias e para a articulação interna que se processa no complexo mental. A falta ou comprometimento de uma noite de sono estimula o aumento de um hormônio chamado cortisol cujo excesso provoca o stress, depressão e obesidade. Uma das ações a se adotar seria dormir sempre que possível no mesmo horário, longe de aparelhos eletrônicos como celulares, notebooks que emitem ondas e apagar as luzes do ambiente onde se vai dormir. Outra ação seria fazer-se uma lista das tarefas que se terá que fazer no dia seguinte antes de deitar. Isso evita ficar-se pensando na cama e postergar o sono;

4 – Muitos indivíduos julgam que não, todavia a velhice tem aspectos positivos como todas as demais fases da vida. Segundo pesquisadores, o bem-estar é uma conquista que envolve uma parcela de sabedoria e discernimento. Com o passar do tempo o indivíduo percebe o que realmente vale a pena se preocupar e lutar para se conquistar. Eles descobriram também que pessoas mais maduras tendem a se concentrar mais em fatos de caráter positivo, tanto passados como presentes, do que aqueles de teor negativo;

5 – Dentre ações de teor positivo encontramos o conhecido altruísmo (doar-se desinteressadamente ao próximo) que é um fator contribuinte para o alcance da felicidade e a sensação de bem-estar. Quando se faz algo pelo próximo, intencionalmente ativamos o sistema de recompensa no complexo mental, o mesmo que é acionado pelo prazer do sexo ou no consumo do chocolate. Procure ajudar desconhecidos, direta e indiretamente, com ações e atitudes positivas. Eu mesmo coloquei como objetivo em minha vida, quando criei o blog Sentimentos&Letras: “ajudar ao próximo é o meu propósito”, visando a prática do altruísmo por meio de conteúdos que ajudem, amenizem ou solucionem problemas de internautas que visitam o blog. Compartilhar minha sabedoria e experiência é leva como efeito o crescer de minha felicidade;

6 – Os relacionamentos têm uma importância muito grande na vida do ser humano. Eles têm elevado peso na balança da felicidade. Quando estamos junto de nossa família e amigos nossa sensação de bem-estar, segurança e felicidade são maximizadas. Uma das ações a serem adotadas seria não trocar momentos junto a entes queridos por horas de dedicação a tarefas que não tem o mesmo peso na balança da felicidade. Lembre-se que o relacionamento, em qualquer nível, conta muito;

7 – Sorrir é uma das ações potencialmente fortes. Sorrir diminui os batimentos cardíacos mesmo em uma situação de tensão segundo pesquisadores. Sorrir também estimula a produção de serotonina, hormônio neurotransmissor que provoca a sensação de bem-estar. Vamos sorrir!

8 – O ato de comer além de saciar a fome também proporciona prazer e contribui para o bom humor. A serotonina como foi dito no item anterior provoca a sensação de bem-estar. O triptofano é um aminoácido que aumenta a produção da serotonina e ele é encontrado em alguns alimentos como a banana, melancia e abacate. Uma das ações positivas é incluir na dieta o consumo regular destas frutas;

9 – Dois outros elementos que devem ser considerados como ações no plano alimentar são o selênio, que é um antioxidante que combate radicais livres que causam stress e envelhecimento, e o chocolate que auxilia na produção de dopamina um hormônio neurotransmissor que regula o humor. O chocolate é fácil de ser encontrado em supermercados e o selênio se encontra em peixes, aveia e castanhas;

10 – Uma das ações positivas que devemos adotar é o banho de sol regular. É fato que a vida contemporânea muitas vezes limita ou impede a prática dessa ação relevante, mas devemos nos esforçar para praticá-la. Além do benefício da síntese para produção de vitamina D pelo organismo que é essencial aos ossos, o sol também estimula a produção da endorfina cuja função benéfica já foi citada anteriormente;

11 – Muitas vezes ficamos preocupados em ficar endividados, mas sem ficar no “vermelho” é saudável presentear alguém ou a nós mesmos, fato que estimula a alegria. Agindo assim ativamos o sistema de recompensa do complexo mental;

12 – A felicidade tem em seus componentes o positivismo. E é possível treinar a mente para que sejamos otimistas. Segundo pesquisadores, o indivíduo deve tirar vinte minutos semanais, quando se estiver de bom humor, e ficar em meditação. Busque pensar no futuro da melhor forma possível, com realizações positivas e sucesso pleno. Segundo eles, além de deixar a mente mais positiva pode levá-la a identificar novas metas e como atingi-las;

13 – Evite ao máximo se comparar com os outros. Somos únicos, com uma vida totalmente única e específica. Traçamos nosso caminho e objetivos e eles não devem ser objeto de comparação com outros caminhos e objetivos. Tire sim, proveito da experiência alheia. Como dizia meu avô: “não caia no buraco que aquele que lhe precede acabou de cair…”;

14 – Estar feliz é algo contagiante que eleva a autoestima e conduz o próximo ao mesmo estado, da mesma forma que estar ao lado de alguém marcado pela negatividade também arrasta qualquer um para o poço do sofrimento. Uma das ações positivas é manter-se distante de pessoas que se queixam a maior parte do tempo. Saiba que os pesquisadores descobriram que estar próximo a alguém feliz aumenta a chance de se estar feliz em 25%;

15 – Conheça seus temores e medos. Desvendar os próprios temores e medos, que se constituem em problemas, e saber lidar com eles é uma ação fundamental para se alcançar a felicidade. Mantê-los ocultos e sem solução é habilitá-los a enviar regularmente a sua consciência lembretes dolorosos que afetam sua felicidade. Busque por ações que acabem ou minimizem seus temores e medos. Somente assim você será feliz;

16 – Dívidas financeiras influenciam significativamente o humor e a alegria de qualquer pessoa. Nas pesquisas realizadas identificaram que é três vezes maior o risco de pessoas terem problemas de saúde mental como depressão quando possuem dívidas financeiras fora de controle. Uma das ações positivas é buscar uma maneira de restabelecer o controle das dívidas e voltar a ter a tranquilidade necessária para o alcance da felicidade.

 

 

 

 

 

 

 

Robert Thomaz

Você também pode gostar desse post:

“Mudança: Saiba por que ela é tão importante em sua vida”


Robert

Robert Thomaz é escritor, poeta, autodidata, pesquisador, blogueiro. Dedica-se ao estudo e pesquisa de assuntos relativos à qualidade de vida, relacionamento intrapessoal, relacionamento interpessoal, saúde e bem-estar.

Website: http://sentimentoseletras.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.