Você é uma cápsula do tempo e saiba por que

Banner Fim de Artigo 500x200

Cápsula do tempo. É uma terminologia que eu nunca ouvi falar, desde o limiar de minha vida muito embora, segundo pesquisei, exista desde os assentamentos da Mesopotâmia.

Ultimamente falam de cápsula do tempo como algo do passado e que deve ser aberto num determinado dia ou momento futuro da história.

A ideia seria mais ou menos essa, mas eu quero falar sobre cápsula do tempo segundo outra ótica, a ótica da essência, da complexidade humana em relação ao passado, presente e futuro de uma pessoa.

Mas antes vamos conhecer a definição de cápsula do tempo e para o que ela se destina.

Você é uma Cápsula do Tempo A

Cápsula do Tempo

A cápsula do tempo é um recipiente especialmente preparado para armazenar objetos ou informações com o objetivo que eles possam ser encontrados por gerações futuras. Ela é classificada em dois tipos: intencionais e não intencionais.

Cápsula do tempo intencional seria aquela colocada de propósito num determinado lugar e destinada a serem aberta ou acessada em uma determinada data futura. Cápsula do tempo não intencional geralmente é aquela de natureza arqueológica como objetos de civilizações antigas encontrados em escavações arqueológicas.

Ela se destina a guardar objetos que foram importantes e representam momentos e fatos da vida de uma pessoa e sua família como cartas, fotografias, aparelhos eletrônicos, mensagens, moedas, ingressos de cinema, brinquedos, etc. Ela se destina também a organizar previsões pessoais e esperanças em determinando projeto pessoal ou profissional.

Cápsulas do tempo podem ser desde uma simples caixa de sapatos até um contêiner de aço inoxidável.

Você é uma Cápsula do Tempo B 

Você é uma Cápsula do Tempo

Somos constituídos psicologicamente, desde o nosso nascimento, por parte de nossas lembranças. Nosso comportamento, atitudes e conduta são baseados sempre nas experiências vividas anteriormente (lembranças) em nossa vida.

Não agimos a todo o momento movidos pelo impulso. Nossas ações, mesmo que impensadas, são impulsionadas pela emoção e por experiências passadas, fatos que vivenciamos e que estimularam a formação de nossa autoconfiança.

Na medida em que vamos praticando o autoconhecimento (conhecer a si mesmo, suas possibilidades e limitações, emoções, sentimentos e tendências) desenvolvemos nossa autoconfiança.

Por similaridade e efeito, somos em essência uma cápsula do tempo, no sentido de guardarmos psicologicamente fatos e objetos a eles ligados que tem significativo valor em nossa personalidade, comportamento e felicidade.

Estes fatos e objetos mais relevantes formam nosso passado, componente psicológico indispensável de nossa personalidade. Nosso passado tem o poder parcial de definir nosso presente e configurar o futuro.

Quando se vivencia um fato, momento ou fase, a mente o processa e armazena na memória de modo a facilitar futuras escolhas e decisões – idênticas ou semelhantes entre si. Essa ação deliberada da mente visa simplificar o novo processo de escolha e decisão, tornando-o mais rápido e mais eficiente. Daí guardarmos os fatos e objetos de nosso passado porque nos servem de referência para futuras escolhas e decisões.

Mas dentro deste contexto é relevante destacar que a cápsula do tempo em que consistimos guarda lembranças positivas e negativas. Lembranças positivas trazem alegria, prazer, satisfação, felicidade. Lembranças negativas estão ligadas a tristeza, melancolia, insatisfação, dor e infelicidade.

Torna-se fundamental para que o indivíduo seja feliz no presente e no futuro filtrar a reativação destas lembranças. Cabe a ele manipular aquelas de teor negativo de modo que não afetem seu desempenho amoroso, pessoal e profissional. Muitas vezes é necessária a prática de terapia, processo que irá auxiliá-lo nessa manipulação a seu favor.

Você é uma Cápsula do Tempo C

Benefícios que este Conteúdo pode Proporcionar ao Leitor

Procure trabalhar seus conteúdos do passado de maneira a potencializar suas qualidades e virtudes, melhorando suas escolhas e decisões futuras.

É fácil? Não, de maneira nenhuma. Quando se fala em trabalhar o complexo mental (a própria mente) significa mudar alguma coisa estabelecida que nos causa desconforto (dor) e nos afasta da felicidade. É preciso paciência, perseverança e fé em si mesmo (a) acreditando-se que se conseguirá mudar em prol de sua saúde, felicidade e bem-estar.

Tente organizar sua cápsula do tempo (memórias) e administre seus conteúdos, para que

você seja uma pessoa equilibrada, com qualidade de vida e feliz.

Você pode gostar desse outro artigo:

“Porque Negar o Passado se Ele faz parte de Você?”

Robert Thomaz

Banner S&L Final de Post

Banner Twitter 2

Banner Compartilhamento II 300x120

Robert

Robert Thomaz é escritor, poeta, autodidata, pesquisador, blogueiro. Dedica-se ao estudo e pesquisa de assuntos relativos à qualidade de vida, relacionamento intrapessoal, relacionamento interpessoal, saúde e bem-estar.

Website: http://sentimentoseletras.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.