Por que somos efeito de nossas escolhas? Essa afirmativa é pertinente?

efeito

Efeito, conceitualmente, seria o resultado ou resultados de uma ação ou de uma decisão tomada por um indivíduo. Essa ação ou decisão adotada pode ser capaz de produzir o resultado esperado, com eficiência (realizar uma ação com ótimo rendimento) ou gerar uma consequência danosa, desastrosa para o indivíduo. Tanto a consequência positiva como a negativa necessariamente terão uma duração, um tempo de vigência, que pode ser temporário ou permanente, bem como um caráter superficial ou profundo.

Na vida vivenciamos constantemente dilemas, momentos que nos impõem uma “parada mental” para que se estabeleça uma avaliação da situação que apresenta diante de nós. Dilema seria uma circunstância árdua e de difícil resolução, na qual é necessário escolhermos entre duas ou mais opções contraditórias, contrárias entre si ou insatisfatórias. No dilema encontraremos escolhas a serem feitas, ou seja, caminhos (opções) a escolher para que prossigamos na jornada da vida, em busca do amor, da paz de espírito, da felicidade.

As opções ou caminhos a seguir podem se apresentar de maneira clara ou obscura em função da grandeza do dilema, fato que dificultará ou não a escolha das opções que o indivíduo tem diante de si. A grandeza do dilema, que pode ser simples ou complexa, determinará se o fato a ser transposto, superado, é de fácil ou difícil resolução.

Por exemplo, um dilema de grandeza simples, fácil, seria você ter que escolher e decidir qual a melhor maneira de subir para o décimo segundo andar de um prédio de escritórios. Você teria como opção subir pelas escadas, ação que exigirá mais esforço e perda de tempo, ou usar o elevador que lhe poupará esforços e lhe economizará tempo.

Já um dilema de grandeza complexa, por exemplo, seria você ter que escolher entre continuar casado ou separar-se legalmente, estando seu matrimônio em crise, depois de mais de vinte anos casado, tendo filhos, todo um patrimônio financeiro construído, devido a uma traição de sua mulher, sendo que você ainda a ama e quando casaram fizeram votos de fidelidade. Este é um dilema de difícil resolução, e eles – de grandeza simples ou complexa – ocorrem com todos, de uma forma ou de outra, com um caráter ou outro.

Opções claras seriam aquelas que se apresentam de forma simples, com muitas informações que ajudarão e facilitarão o indivíduo a definir qual sua escolha e consequentemente sua decisão, para transpor o dilema e prosseguir em sua vida. Opções obscuras seriam aquelas que não se apresentam de forma simples, clara, que oferecem poucas informações, nenhuma informação ou informações duvidosas que não facilitarão a escolha a ser realizada pelo indivíduo. Esta última é a opção mais dolorosa, mais torturante que o indivíduo pode vivenciar em uma escolha a ser definida num dilema em sua vida.

Um fator agravante e muito limitador na escolha da melhor opção em um dilema seria o fato de, muitas vezes, o indivíduo não ter condições de avaliar o real efeito ou efeitos que ocorrerão posteriormente em função da escolha realizada. Essa falta de “visão antecipada do futuro” é a principal causa de ansiedade, medo, insegurança, depressão, e até de doenças orgânicas ou psicológicas.

Considerando que o indivíduo definiu a opção que melhor se apresentou em sua avalição mental e fez sua escolha. Em função da escolha realizada, ele sofrerá o (s) efeito (s) da mesma, ou seja, todas as consequências positivas ou negativas estarão presentes no decorrer de sua vida, no seu caminhar dali para diante, mesmo que ele se recuse a aceitá-las. O (s) efeito (s) terá (ão) necessariamente uma duração, um tempo de vigência, que pode ser temporário ou permanente, bem como um caráter superficial ou profundo.

Efeito com duração temporária será aquele cujas manifestações ou sinais não durarão muito tempo, serão breves, curtas. Efeito de duração permanente será aquele que se incorporou definitivamente à personalidade, ao caráter ou à vida do individuo. O efeito de caráter superficial será aquele que se compatibiliza com a duração temporária, devido sua superficialidade e poder de domínio sobre a mente do indivíduo. Ele não acarreta grandes mudanças ou significativas alterações na personalidade, caráter ou na vida do indivíduo. Já o efeito profundo se compatibiliza com a permanência na personalidade e vida do indivíduo, podendo mudar seu caráter, sua maneira de encarar a vida e a maneira de conduzi-la em relação a ele mesmo e aos outros que dela participam.

Somos efeito de nossas escolhas no sentido que toda e qualquer escolha realizada será inserida, suave ou severamente, em nossa vida, no desenvolvimento dela. Ocorre que, algumas vezes, diante da grandeza do dilema, sendo ela complexa, e por ele apresentar opções obscuras, e por fim, pelo fato do indivíduo estar sofrendo de sobremaneira para a escolha da melhor opção, sua decisão seja não escolher, abdicar da escolha. Neste caso ele estará deixando o destino seguir seu rumo e ver onde “o barco vai encalhar”.

Isso é o que chamamos de “uma decisão sem escolha”, ação normalmente que se constitui em fato desastroso, insatisfatório e imprevisível, porque o dilema é uma exigência impositiva do processo evolutivo do homem. O indivíduo deve superá-lo para evoluir, para aperfeiçoar-se e gozar de melhor qualidade de vida.

Caso assim não o faça, efeitos danosos e desagradáveis lhe ocorrerão, levando-o a caminhar sempre no mesmo lugar, a não progredir, a vivenciar um círculo vicioso ou “looping mental” no qual ele sentirá que o dilema/problema não desaparece de sua vida, que ele perdura causando-lhe dor, sofrimento, angústia, melancolia, depressão, e até podendo leva-lo a entregar-se à drogas ilícitas, enveredar pelo crime, e em último ato, chegar ao óbito.

Benefícios que este assunto pode proporcionar ao leitor

Identificar que está diante de um dilema/problema, por mais simples que ele possa parecer, não subestimando seu poder de domínio ou influência sobre sua personalidade e vida. Analisar detalhadamente as opções apresentadas no dilema, suas características, a grandeza do dilema (simples ou complexa), o (s) efeito(s) futuro (s) se provisório (s) ou permanente (s), o contexto e a relevância do dilema, o momento de sua ocorrência, seus efeitos colaterais em sua família e parentes.

Essas são medidas básicas e fundamentais quando nos deparamos com um dilema/problema, por mais simples que ele seja ao nosso olhar.

Esse rápido e eficiente estudo preliminar, segundo a teoria aqui apresentada, não te levará talvez a melhor opção e escolha a ser definida, porém lhe servirá como um guia de orientação para uma boa avaliação e escolha a ser realizada, segundo as opções e efeitos possivelmente apresentados.

Não se desespere no primeiro instante quando se deparar com um dilema, seja ele simples ou complexo. Procure manter a calma – que não é fácil, afinal é a sua vida e não a de outro – e inicie a avaliação do dilema segundo a teoria (guia) aqui apresentada.

Lembro que ela é uma singela orientação, uma “bússola”, que o ajudará no rumo a seguir. Se necessário faça adaptações a ele conforme for o momento, seu estilo de viver, seus pensamentos e tendências.

Desejo que você tenha as melhores escolhas e efeitos em sua evolução pessoal e profissional. Faça a felicidade estar presente em sua vida e isso só depende de você.

Robert Thomaz

Ouça o #podcast deste assunto. CLIQUE AQUI

Robert

Robert Thomaz é escritor, poeta, autodidata, pesquisador, blogueiro. Dedica-se ao estudo e pesquisa de assuntos relativos à qualidade de vida, relacionamento intrapessoal, relacionamento interpessoal, saúde e bem-estar.

Website: http://sentimentoseletras.com.br

4 Comentários

  1. Thank you for your visit! I seek to create quality content so that it helps people improve their quality of life and relationships. If your health is not good, you will not be happy. This is my concern. I want to improve people’s lives. This is my goal.

  2. Thanks for sharing your info. I really appreciate your efforts and
    I am waiting for your next write ups thanks once again.

  3. Thank you for visiting my blog. I’m glad you enjoyed the content you read. Check back often.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.