Mudança: Saiba por que ela é tão importante em sua vida

mudança

Change: Learn why it’s so important in your life

Mudança. Ouvimos pouco falar nessa palavra e quando ouvida, normalmente, não nos soa bem aos ouvidos. Por quê? Por que o fato de mudar, em alguma situação que nos encontramos, causa-nos temor, ansiedade, desconforto? Por que mudar é algo que normalmente nos causa medo, repulsa, reação negativa?

Mudar significa sair do estado que nos encontramos ou de onde estamos. Na sociedade contemporânea os sociólogos e filósofos estão chamando de “sair da zona de conforto”. Seria abandonar situações confortáveis ou não, que nos adaptamos por falta de possibilidades ou oportunidades, e enfrentarmos desafios benéficos a nossa evolução e crescimento seja pessoal, profissional, social ou financeiro.

Como na atualidade onde a velocidade das ações, decisões e atos implica em sucesso ou fracasso, prazer ou sofrimento, ganho ou perda, mudar a situação em que se encontra para uma pessoa é algo a princípio temeroso, inseguro. A mudança implica na alteração de princípios, comportamentos, hábitos, vontades, rotinas, costumes e até de ideias e pensamentos que antes ocupavam “cadeira cativa” na arena de ações de sua vida.

Desde os primórdios de nossa infância aprendemos muito com nossos pais e parentes, afinal eles representam os seres humanos mais próximos com os quais temos contato e estabelecemos vínculos. Essas pessoas mais próximas vão conscientemente ou não nos passar diversos gêneros de comportamento, de hábitos, de maneiras de pensar, de agir e entender a vida que estamos iniciando. Esses valores abstratos serão agregados a nossa personalidade em formação e, possivelmente, serão a base conceitual, psicológica, cognitiva, emocional e social que nos permitirá seguir a vida em frente.

Entretanto, seguir na linearidade da vida não se constitui em tarefa fácil, simples, amena. Enfrentamos incontáveis problemas e dificuldades que podemos chamar de dilemas – circunstância árdua e de difícil resolução em que é necessário escolher entre duas ou mais opções contraditórias, contrárias ou insatisfatórias – que nos exigirão uma tomada de decisão. Esta decisão na maioria das vezes precede uma mudança amena ou drástica.

Durante a escolha, o plano mental é tomado pela insegurança, pela dor emocional, pelo medo. Qual o caminho certo, adequado a escolher, caminho que não redundará em dor, fracasso, decepção ou erro que o indivíduo deve tomar? A presença da dúvida nos atormenta, leva-nos ao sofrimento, à insegurança. Este sofrimento antecipado decorre não tão somente da dúvida, mas do fato que antes estávamos, em tese, numa situação segura, confortável, sem dor, sem sofrer com a pressão que se abateu sobre nós para que tomássemos uma decisão. Agora, com a dúvida em relação a que escolha fazer, nosso íntimo é tomado por uma “tempestade” na qual nos sentimos “no olho do furacão”. Em função deste quadro de tensão e apreensão, encaramos a mudança que posteriormente ocorrerá como uma natureza medonha, desconfortável, dolorosa, que se insinua severamente como algo que se deve temer por sua obscuridade e incerteza.

Porém, a mudança que se estabelecerá em função da escolha realizada, da decisão tomada não deve ser encarada como o maior dos males da vida do indivíduo naquele tempo e espaço em que se encontra. Tende-se a acreditar que a mudança trará somente infortúnios e sucessivos sofrimentos. A mudança não pode e não deve ser vista como algo que sempre resultará em fracasso, em sofrimento, em dor, em arrependimento. Se assim o indivíduo a encarar, sempre estará dando espaço e poder de domínio ao medo, ao temor, à insegurança, à incerteza, que muitas vezes não tem cabimento algum no sentido que o próprio indivíduo não detém o controle de seu futuro. Com a mudança poderá ocorrer o ganho, a vitória, o sucesso, a felicidade almejada, a conquista desejada.

Mudar representa entre outras ações uma oportunidade de crescimento, de aperfeiçoamento, de correção de princípios e comportamentos adquiridos que até então se tornaram incompatíveis ou desarmônicos com os novos valores agregados e com o novo rumo da vida da pessoa em questão.

A mudança de comportamentos, de pensamentos, de valores antes adquiridos e sedimentados ao longo das fases da vida é muitíssimo benéfica na razão do indivíduo se aperfeiçoar, aprimorar sua constituição cognitiva, emocional, psicológica, profissional e até social.

Mudar uma forma de pensar ou um comportamento não significa abdicar dos valores anteriormente agregados, mas sim reformular e reestruturar pensamentos e condutas que não mais trazem ganhos significativos no contexto da vida do indivíduo e na esfera de relações que ele mantém, seja adaptando-os ou substituindo-os.

Benefícios que este assunto pode proporcionar ao leitor

A mudança em qualquer ramo ou contexto da vida é benéfica e importante por que além de trazer ganhos nos planos já citados, também permitirá ao indivíduo adaptar-se a uma sociedade que a toda hora, dia, mês e ano vem evoluindo de forma acelerada e vertiginosa. Aquele que não procurar mudar em função dessa aceleração que se vivencia em todos os campos da sociedade tende a sofrer, a viver em depressão, sentir-se excluído, abandonado, não amado, incompreendido.

Mudar será antes de tudo um ato de coragem, de maturidade, de perseverança e esperança por dias melhores e por oportunidades mais satisfatórias. Não tenha medo ou insegurança. Permita que problemas e dificuldades deixem de ser obstáculos e naturezas ofensivas para se tornarem em oportunidades positivas e vantajosas em sua vida. Encare-as sem temor ou medo.

Saia de sua zona de conforto, abandone seu status quo, e agregue novos valores a sua personalidade, visando o alcance de uma melhor qualidade de vida na qual certamente encontrará a alegria, o amor, a felicidade e a saúde mental.

Robert Thomaz

Você também pode gostar desse post:

“Transgênera: Conheça essa nova população que está entre nós”


Robert

Robert Thomaz é escritor, poeta, autodidata, pesquisador, blogueiro. Dedica-se ao estudo e pesquisa de assuntos relativos à qualidade de vida, relacionamento intrapessoal, relacionamento interpessoal, saúde e bem-estar.

Website: http://sentimentoseletras.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.